DICAS

1 - Ë importante para os que viajam pelo interior do Uruguai e Argentina, portar as moedas locais (Pesos Uruguaios e Argentinos). Compras pequenas, como água, lanches ou pagamento de pedágios, não estão preparados para a moeda estrangeira, nem mesmo o Dólar. A aceitação de Cartão de Crédito também não é comum nos estabelecimentos à beira da estrada. No trecho entre Salto-Uruguai até Rosário-Argentina, o grupo conseguiu tomar água pela gentileza dos atendentes de um posto Petrobrás.

2 - Na Argentina, a numeração das ruas, como se percebeu na cidade de Rosário, quando ao lado do número vem colocado “Bis”, significa que a numeração termina e recomeça naquela mesma rua.

3 - Para quem vai a Buenos Aires sem transporte próprio é possível ter acesso a todos os lugares fazendo uso dos meios de transporte locais, especialmente o metrô. Se alojar-se na rua Rivadavia ou próximo, fica fácil visitar pontos como a Casa Rosada, a Catedral, o Obelisco, o Cabildo, o Teatro Colon, a sede da Justiça, Puerto Madero, entre outros, usando a linha A do metrô. Pode-se também ir a La Boca usando a linha de ônibus 86, mas previna-se de moedas já que a passagem é paga no ônibus e somente desta forma. Outra alternativa é o uso de Táxis, que são numerosos, baratos e não tem ponto fixo. Ficam rodando o tempo todo e é possível pará-los em qualquer lugar.

4 - Na Rua Rivadavia, no centro de Buenos Aires, tem de tudo. Pode-se encontrar lavanderia, livrarias, pontos para acessar Internet, postos telefônicos e boas opções de Comida. Indicamos, na altura da estação de metrô Loria, o Pino’s Café, um lugar para se comer desde lanches e café até pratos típicos como a Milanesa, a Parilla e outros assados. Também há o Restaurante e Café TrêsB (no n° 3673), com excelentes pratos, bons preços e acesso a Internet.

5 - No bairro La Boca, no Caminito, o comércio de rua é intenso e diversificado. Os preços são variados, mas este é o melhor lugar para comprar pequenas lembranças. Se encontrar algo que agrade, pesquise nas outras barracas, pechinche mas não deixe de levar. Dificilmente irá encontrar este objeto por um bom preço em outro lugar. O grupo encontrou opções e foi muito bem atendido nas Artesanias Sofia - La Madrid 701 – Loja 5. Para comer também há muitas opções que oferecem pratos locais e atrações musicais. A recomendação é o Nonno Bachicha – Magallanes 869, a metros do Caminito.

6 - Para fazer a travessia de Buenos Aires a Colonia Sacramento, Montevideo ou mesmo Punta Del Este de Buquebus é aconselhável comprar o bilhete pelo menos um dia antes e chegar cedo para o embarque. Se fizer no mesmo dia, é prudente chegar com umas duas horas de antecedência para conferir documentos e passar pela imigração, já que é intenso o movimento de passageiros. A tarifa pela travessia é cobrada por pessoa e por veículo, de acordo com o peso. Viajar de utilitário carregando moto, não isenta do pagamento da taxa de seguro pelo veículo que vai embarcado, que é aproximadamente metade da taxa cobrada daquele que vai rodando. Maiores Informações www.buquebus.com.ar.