02/01 - Ushuaia (Glacial Martial)

O dia amanheceu bom, com menos sol do que queríamos mas com muito pouco vento. Ideal para um voo de teco-teco. A reação de cada passageiro variou entre a euforia e desespero!!!  As diferenças de ar sacodem o avião que as vezes parece que vai mesmo quebrar e cair. Mas as imagens que se pode ver das alturas são bonitas demais.

O voo de uma hora leva até montanhas, lagos formados pelo gelo que derrete no verão, as ilhas do canal de Beagle e até a mais austral cidade Chilena,  Puerto Williams.

E se do céu tudo que se viu foi fantástico para nós, ainda faltava um passeio na neve, adiado ontem por causa do tempo chuvoso. Um teleférico que sobe por 14 minutos leva até o pé do Glaciar Martial e dali para frente quanto mais se sobe mais gelo se pisa. O gelo que forma o Glaciar é igual aquele que fica na parede do freezer, com floquinhos macios.

Foram só brincadeiras de criança e um dia totalmente atípico, que incluiu voar, pisar na neve pela primeira vez, gelar champagne no glaciar... é pouco!

A viagem tem acumulado experiências inesquecíveis para todos.