24/12 - Viedma – Rawson


Viedma é uma cidade bonita, organizada às margens do Rio Negro  que dá nome à Província.

O dia amanheceu com céu limpo e o vento com intensidade bem agradável. Saímos em direção a Rawson, vizinha de Punta Tombo, onde vamos encontrar pinguins pela primeira vez.

O caminho não muda quanto a rodovia que se mantém em muito bom estado e com retas, retas e mais retas. Hoje medimos uma com 62 Km.  A paisagem da Patagônia vai mostrando sua amplitude. É feita de uma areia grossa com pedrinhas. Os arbustos são quase rasteiros e espinhentos.  Não fosse o vento frio, seria  bom ambiente para as cabras que temos no nordeste brasileiro.  Nos causou  espanto ver cidades e povoados organizados a tamanha distância de um grande centro,  aparentemente  sem uma atividade econômica forte,  como era evidente até aqui.  Ficamos pensando no que se  poderia plantar naquelas terras.

O que há são estâncias com criação de animais.  Da beira da estrada  se vê  ovelhas, bois,  cavalos e  um ou outro Guanaco.  Não há lavouras, só alguns pequenos quadrados irrigados.  Mas apesar deste aparente isolamento, encontramos uma grande obra de duplicação entre Puerto Madryn e Trelew, em torno de 54 Km.
Antes de entrar em Rawson encontramos  um grupo de 8 motos que vem desde Blumenau. Também estão indo passar o Reveillon  no Ushuaia.  Esses caras sempre pondo inveja!!
Em Rawson, ficamos em uma Hosteria na praia. Aqui deságua o Rio Chubut e seu encontro com o mar fica bem marcado pelas cores diferentes das águas. A orla é bacana, a faixa de areia larga, mas o vento é de doer. Só com casaco, ou como fazem os habitantes daqui, escondendo-se atrás do muro que acompanha o calçadão para matear ou tomar sol.

Nossa ceia natalina ainda está comprometida. A maioria dos lugares está fechado e aqueles que vão funcionar estão organizados para jantares com baile e show. Muy  costoso! 

Tomamos um chimarrão, comemos umas guloseimas e vamos sair para uma nova busca.

Em tempo: Já estamos a 3500 Km de casa. Amanhã pegaremos só estrada de rípio até Camarones.