DE PALMAS AO ARAGUAIA

Este último trecho dentro do estado do Tocantins ainda teve asfalto bom. Logo na saída de Palmas precisamos atravessar o rio que dá nome ao estado e fazer um pequeno percurso de estrada de chão. Era o início das dificuldades que apareceriam até Tucuruí/PA.
O movimento na Belém-Brasília foi estressante. A imprudência é uma constante nesse trecho de intenso tráfego de caminhões e imensas retas. Foi, para todos, a estrada menos agradável até então.
O objetivo era chegar neste dia até a cidade de Xambioá. Deu certo e atravessamos o rio Araguaia para pernoitar em São Geraldo do Araguaia. Jantamos peixe às margens do rio e ainda deu tempo para uma parada na praia da gaivota, que neste período do ano, de calor e chuvas escassas, era a opção. Lá todos se encontram para petiscar, beber e dançar. O grupo se divertiu.
Esta cidade, muito peculiar, foi o primeiro contato com o que nos esperava no Pará e deixou claro que íamos nos surpreender com o contraste entre o sul e o norte deste país.